Premiê afirma que China vai se concentrar em reformas, diz agência

A China vai se concentrar em levar adiante amplas reformas este ano e vai sustentar o crescimento estável da economia, disse o premiê Li Keqiang segundo a agência de notícias Xinhua nesta quarta-feira.

Reuters

29 de janeiro de 2014 | 09h28

"No novo ano, as reformas estarão na dianteira", disse Li, de acordo com a agência estatal de notícias.

Após 30 anos de crescimento econômico com dígitos duplos, em que centenas de milhares de chineses saíram da pobreza mas houve devastação ambiental, a China quer mudar sua estratégia e buscar um crescimento a ritmo mais lento porém mais limpo e de melhor qualidade.

Para atingir as metas, a China estabeleceu uma agenda ambiciosa de reformas e encarregou seus líderes mais importantes, incluindo Li, de realizar as mudanças.

(Reportagem de Koh Gui Qing)

Tudo o que sabemos sobre:
CHINAPREMIEREFORMAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.