Premiê australiana anuncia novas eleições

Primeira mulher a governar o país assumiu cargo há três semanas.

BBC Brasil, BBC

17 de julho de 2010 | 08h33

A premiê da Austrália, Julia Gillard, anunciou neste sábado, apenas três semanas após ter assumido o cargo, que marcou para o dia 21 de agosto as novas eleições do país.

A primeira mulher premiê australiana disse que a disputa será "dura".

Mas o correspondente da BBC em Sydney Phil Mercer diz que pesquisas de opinião sugerem uma leve vantagem para o partido de Gillard, o Trabalhista e ela deseja garantir outro mandato de três anos.

Gillard foi eleita pelo partido para substituir o antigo primeiro-ministro Kevin Rudd, que desistiu de disputar a reeleição após queda de popularidade.

Eleição

Acredita-se que os temas que vão dominar as eleições devam ser o meio-ambiente, a economia e imigração.

Gillard afirma que o pleito deve decidir se a Austrália "vai para frente ou para trás".

Ela defendeu o fortalecimento da economia e uma maior proteção das fronteiras do país "para combater os traficantes de pessoas e produtos".

Mas o líder oposicionista Tony Abbott, do conservador Partido Liberal, criticou o discurso reformista da premiê, afirmando que suas políticas seriam idênticas as de Rudd.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
austrália

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.