Premiê australiano anuncia redução do efetivo no Timor

O primeiro-ministro australiano, John Howard, disse nesta terça-feira em visita ao Timor Leste que seu país irá reduzir gradualmente o número de soldados em missão no país asiático, mas prometeu continuar ajudando na segurança local.Howard mencionou seu plano de redução do efetivo em encontro com o premiê timorense, José Ramos-Horta, e com o presidente do país, Xanana Gusmão. Ele também se encontrou com oficiais das Nações Unidas em sua visita de um dia ao país - a primeira de um líder estrangeiro desde a posse, na semana passada, de Ramos-Horta. A segurança na capital, Díli, foi reforçada para a visita do chefe de governo australiano."Não pretendemos ficar aqui para sempre e estamos preparando a redução das operações", disse, ao se encontrar com centenas de soldados australianos, a quem agradeceu pelo esforço realizado no Timor."A situação aqui está visivelmente melhorando", acrescentou, mas ressaltando que os 2 mil soldados em missão no país não sairão de uma hora para outra, "porque é importante encorajar e incentivar as lideranças políticas locais para que façam as mudanças que são necessárias".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.