Premiê britânico inicia promessas de campanha

O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, disse neste domingo que seu governo vai elevar os pagamentos de pensão se vencer para um segundo mandato nas eleições gerais de 2015. A promessa parece ser uma tentativa de angariar apoio entre os eleitores mais velhos, que tendem a comparecer mais às urnas.

AE, Agência Estado

05 de janeiro de 2014 | 18h13

Cameron, líder do Partido Conservador de centro-direita, disse que o governo é capaz de assumir esse compromisso porque tomou difíceis decisões de cortes de gastos em outras áreas e devido ao aumento da idade mínima para aposentadoria.

A promessa sugere uma crescente confiança nas finanças do governo e na economia britânica, que voltou a crescer, mas também destaca o início da batalha para a eleição de 2015.

Por enquanto, pesquisas mostram que o Partido Trabalhista, de oposição, continua à frente de Cameron e do Partido Liberal Democrata - partido centrista da coalizão de governo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino UnidoCameronpensão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.