Premiê britânico pede mudança para governo civil no Egito

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, pediu na sexta-feira uma mudança para um governo civil como parte de uma transição para um Egito "aberto, democrático e livre".

REUTERS

11 de fevereiro de 2011 | 16h17

"O Egito tem agora um momento de oportunidade realmente precioso para ter um governo que possa unir o país. Como amigo do Egito e do povo egípcio, estamos dispostos a ajudar no que for possível", ele disse.

"Acreditamos que deve ser um governo que comece a colocar em prática os blocos de construção de uma sociedade verdadeiramente aberta, livre e democrática", ele disse à rede BBC.

"O que aconteceu hoje (sexta-feira) deve ser apenas o primeiro passo. Aqueles que agora comandam o Egito têm a tarefa de refletir sobre os desejos do povo egípcio e, em particular, deve haver uma mudança para um regime civil e democrático, como parte dessa transição importante para um Egito aberto, democrático e livre", acrescentou.

Hosni Mubarak renunciou como presidente do Egito na sexta-feira após 30 anos no poder.

(Reportagem de Adrian Croft)

Tudo o que sabemos sobre:
EGITOUKREACAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.