Issouf Sanogo/AFP
Issouf Sanogo/AFP

Premiê da Costa do Marfim morre após desmaiar durante reunião

Amadou Gon Coulibaly tinha 61 anos e histórico de problemas cardíacos

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de julho de 2020 | 17h56

O primeiro-ministro da Costa do Marfim e candidato do partido no poder para as eleições presidenciais de outubro, Amadou Gon Coulibaly, morreu em Abidjan nesta quarta-feira, 8, aos 61 anos, anunciou o secretário-geral da Presidência na televisão estatal. 

"Com muita dor, anuncio que o primeiro-ministro Amadou Gon Coulibaly, chefe do governo, nos deixou no início da tarde, depois de participar da reunião de gabinete", disse Patrick Achi, lendo uma declaração do presidente Alassane Ouattara. 

Amadou Gon Coulibaly, conhecido como "AGC", havia retornado da França há apenas uma semana, após dois meses de hospitalização por problemas cardíacos. 

"Presto homenagem ao meu jovem irmão, meu filho Amadou Gon Coulibaly, que foi um dos meus colaboradores mais próximos por 30 anos. Celebro a memória de um estadista de grande lealdade, devoção e amor pelo país", disse o presidente em sua declaração. /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.