Premiê da Eslovênia vai renunciar e convocar eleições

A primeira-ministra da Eslovênia, Alenka Bratusek, disse neste sábado que chegou a um acordo com seus parceiros de coalizão para renunciar na segunda-feira e criar as condições para a realização de eleições antecipadas em junho. "Nós concordamos que seria melhor para a Eslovênia se pudéssemos realizar eleições antecipadas assim que possível, e é por isso que eu vou informar ao presidente do Parlamento sobre minha renúncia na segunda-feira" afirmou aos jornalistas após uma reunião com seus parceiros.

AE, Agência Estado

03 Maio 2014 | 09h36

Segundo Alenka, as eleições podem ser realizadas a partir de 22 de junho, mas disse que "isso não está mais nas mãos da primeira-ministra". Ela anunciou que deseja renunciar na semana passada, após perder a liderança do seu partido, o Eslovênia Positiva, para o prefeito da capital do país, Zoran Jankovic. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Eslovênia Premiê Renúncia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.