Premiê da Espanha nega acusações

O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, rejeitou ontem as acusações de corrupção que ameaçam seu governo. Meios de comunicação informaram na sexta-feira que ele e outros membros do Partido Popular receberam durante anos pagamentos irregulares. "Nunca recebi nem distribuí dinheiro ilegal", disse Rajoy, acrescentando que nesta semana divulgará sua declaração de renda e patrimônio. Ele também negou que tenha intenção de renunciar, como pediram os milhares de manifestantes que saíram às ruas de todo o país na sexta-feira.

O Estado de S.Paulo

03 de fevereiro de 2013 | 02h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.