Premiê da República Centro-Africana é demitido

O presidente da República Centro-Africana, François Bozize, demitiu neste sábado o primeiro-ministro do país, Faustin Archange Touadera, para cumprir os termos do acordo de cessar-fogo alcançado com a coalizão rebelde Seleka durante as negociações em Libreville, na capital do Gabão. Touadera deverá ser substituído por um membro da oposição.

AE, Agência Estado

12 de janeiro de 2013 | 13h34

O governo e os rebeldes assinaram na sexta-feira um acordo que prevê a instauração de um governo de unidade nacional e um cessar-fogo, encerrando uma insurgência que havia chegado muito perto da capital. O acordo, assinado no Gabão após três dias de negociações mediadas por países da região, atenua a maior ameaça já sofrida pelo presidente François Bozize em uma década de poder na República Centro-Africana, uma ex-colônia francesa rica em minérios.

O acordo prevê que o novo governo transitório tenha um primeiro-ministro oriundo da oposição e que uma eleição parlamentar seja realizada dentro de 12 meses. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
cessar-fogoinsurgentesconflito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.