Premiê da Romênia cai após perder voto de confiança

O governo da Romênia, liderado pelo primeiro-ministro Mihai Razvan Ungureanu, caiu hoje, após inesperadamente perder um voto de confiança no Parlamento. Agora o presidente do país, Traian Basescu, precisa escolher um novo candidato para o cargo de primeiro-ministro. As próximas eleições estão marcadas para novembro, mas podem ser antecipadas se o nomeado do presidente não conseguir apoio do Parlamento atual.

AE, Agência Estado

27 de abril de 2012 | 12h48

O governo de direita de Ungureanu caiu após perder o apoio de vários aliados, que querem se distanciar do impopular programa de cortes de gastos e também de denúncias de corrupção e nepotismo. "Hoje foi feita justiça", disse o líder da oposição, Victor Ponta. Segundo ele, o voto contra o governo representa o fim de um "sistema abusivo".

As medidas de austeridade impostas para conter o déficit no orçamento, como parte do programa de ajuda que a Romênia recebeu da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional (FMI), têm atingido fortemente a população do país, que é o segundo mais pobre do bloco, depois da Bulgária.

Pesquisas de opinião mostram que a aliança de partidos de oposição liderada por Ponta, a União Social Liberal, tem uma popularidade bem maior do que o Partido Democrático Liberal, que forma a base do atual governo de coalizão. A oposição já disse que vai manter o acordo com a UE e o FMI caso seja eleita.

Atualmente a Romênia tem acesso a um acordo stand-by com o FMI e outro com a UE, o que significa que o país ainda não está utilizando esses recursos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Romêniaprimeiro-ministro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.