Premiê de Israel compara ataques contra palestinos a 'pogrom'

Ehud Olmert se disse 'envergonhado' com cenas registradas em Hebron.

Da BBC Brasil, BBC

07 de dezembro de 2008 | 20h33

O primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, comparou neste domingo a violência usada por colonos judeus contra palestinos em Hebron, na semana passada, à perseguição anti-semita na Europa.Olmert declarou estar "envergonhado" com as recentes cenas de violência na Cisjordânia e afirmou que elas lembram um "pogrom", referindo-se às ondas de violência contra judeus na Europa nos séculos 19 e 20.No final da semana passada, colonos judeus balearam três palestinos e incendiaram casas depois que a polícia os expulsou de um edifício cuja propriedade é alvo de disputas."Como judeu, estou envergonhado com as cenas de judeus abrindo fogo contra árabes inocentes em Hebron. Não há outra definição que não o termo 'pogrom' para descrever o que vi", disse Olmert a seu gabinete, segundo uma rádio pública."Nós somos os filhos de uma nação que sabe o que significa um pogrom, e eu estou usando esta palavra depois de uma profunda reflexão", afirmou.Uma ONG israelense divulgou neste final de semana um vídeo que mostra dois colonos judeus atirando contra palestinos na última quinta-feira em Hebron.Cerca de 600 colonos judeus vivem na cidade da Cisjordânia.Esta não é a primeira vez que Olmert usa o termo para descrever ações de israelenses. Em outubro, ele chamou de pogrom um ataque a uma vila palestina, também na Cisjordânia.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.