Ronen Zvulun/Reuters
Ronen Zvulun/Reuters

Premiê de Israel diz que quer manter paz com Egito

Netanyahu disse que paz entre Jerusalém e Cairo é do interesse dos dois países

estadão.com.br,

10 Setembro 2011 | 15h58

Atualizado às 16h22

 

JERUSALÉM - O primeiro ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, reiterou neste sábado, 10, que seu país está empenhado em manter a paz com o Egito, referindo-se ao ataque de uma multidão na embaixada de Israel no Cairo.

 

Em uma entrevista transmitida pelo rádio, Netanyahu disse que é interesse dos dois países preservar a paz entre Jerusalém e Cairo.

 

Mais cedo, o governo israelense disse que o embaixador no Egito, Yitzhak Levanon, voltará ao país tão logo sua segurança for assegurada. Levanon deixou o Egito na noite de sexta-feira (horário brasileiro) depois dos protestos.

 

A informação foi feita pelo porta-voz do governo Ron Sofer à rádio do exército.

 

Em uma mensagem veiculada na TV estatal, o ministro egípcio da Informação, Osama Heikal, disse que o país "afirma seu total compromisso com o respeito às convenções internacionais, incluindo a proteção de todas as missões (diplomáticas)".

 

Aguarde mais informações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.