Premiê depõe em caso de corrupção

O premiê irlandês, Bertie Ahern, testemunhou ontem em um caso do tribunal anticorrupção sobre um depósito não declarado feito na conta de sua ex-namorada. Em 1994, Ahern retirou cerca de US$ 85 mil da conta de sua então namorada e não registrou a quantia em seus relatórios. Ele assumiu que o dinheiro era seu, mas não revelou de onde veio a quantia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.