Premiê dissolve a Câmara Baixa

O primeiro-ministro japonês, Taro Aso, dissolveu ontem a Câmara Baixa do Parlamento dias após ter antecipado as eleições para 30 de agosto. Segundo as pesquisas, seu Partido Liberal Democrático pode ser derrotado pela segunda vez em seus mais de 50 anos no poder. O partido que obtiver maioria escolherá o futuro primeiro-ministro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.