Premiê está fora da competência da Corte, alega defesa

A defesa do primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, afirmará que a Corte de Milão não tem competência para julgar o chefe de governo. Segundo advogados de Berlusconi, apenas um tribunal de ministros teria poder para analisar o caso.

, O Estado de S.Paulo

16 de fevereiro de 2011 | 00h00

Para juristas italianos, dificilmente a defesa de Berlusconi conseguirá driblar a Corte de Milão. Mas, caso seja decidido que o tribunal não tem competência para julgar o premiê, todas as atas da Procuradoria serão anuladas, incluindo o testemunho sobre as festas na Sicília. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.