Premiê iraquiano diz que EI planeja ataques na França e EUA

Haider Al-Abadi afirmou ter recebido a informação em Nova York, onde participa da Assembleia-Geral das Nações Unidas

O ESTADO DE S. PAULO

25 de setembro de 2014 | 14h27

 NOVA YORK - O Iraque recebeu informações confináveis de inteligência segundo as quais militantes do Estado Islâmico planejam lançar ataques contra sistemas de metrô em Paris e nos Estados Unidos, disse nesta quinta-feira, 25, o primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi.

"Hoje, enquanto estou aqui, recebi relatórios precisos de Bagdá, onde ocorreu a detenção de alguns elementos, e há redes planejando ataques de dentro do Iraque", disse ele. "Eles planejam conduzir ataques nos metrôs de Paris e dos EUA. A partir dos detalhes que recebi, sim, parece crível."

Abadi afirmou ter recebido a informação em Nova York, onde está por ocasião da Assembleia-Geral das Nações Unidas, nesta quinta-feira pela manhã.

Autoridades americanas disseram não ter provas suficientes para confirmar a informação de Abadi de que havia planos de ataques aos metrôs de cidades dos EUA. O governador do Estado americano de Nova York, Andrew Cuomo, disse estar ciente das ameaças ao sistema de transporte metropolitano da cidade de Nova York. / REUTERS

Mais conteúdo sobre:
IraqueEstadoIslâmicoEUAFrança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.