Premiê iraquiano é incumbido de formar novo governo

Nova gestão será composta quase dez meses após o fim das eleições

Efe e Reuters

25 de novembro de 2010 | 08h32

 

BAGDÁ - O presidente do Iraque, Jalal Talabani, encarregou nesta quinta-feira, 25, oficialmente o primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, de formar um novo governo no prazo máximo de 30 dias, segundo informações da televisão estatal.

 

Embora Talabani tenha dito em 11 de novembro, após ser reeleito presidente do país pelo Parlamento, que nomearia al-Maliki como responsável da formação de um novo executivo, a nomeação não era oficial até esta quinta-feira.

 

A formação de um novo governo está pendente no Iraque desde as eleições de 7 de março, nas quais nenhuma força política conseguiu maioria absoluta. No início do mês, as coalizões anunciaram um acordo que colocou fim à indefinição. O parlamento reelegeu Talabani e al-Maliki para seus cargos.

 

Além disso, representantes do bloco secular do ex-premiê Iyad Allawi ocuparão cargos estratégicos, como a presidência do Parlamento e a chefia de uma comissão que lidará com assuntos externos.

 

De acordo com os resultados das eleições de março, o bloco xiita de al-Maliki - a aliança Estado de Direito - obteve 89 assentos no Parlamento, apenas dois a menos que a coalizão de Allawi - a al-Iraqiya.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.