Premiê irlandês Cowen renuncia à liderança do partido

O premiê da Irlanda, Brian Cowen, anunciou hoje sua renúncia à liderança do partido governista Fianna Fail, cedendo à pressão de seus correligionários. No entanto, ele afirmou que permanecerá como chefe do governo até as eleições parlamentares de 11 de março, antecipadas após a renúncia em massa de ministros esta semana. Com o gesto, Cowen se torna o primeiro premiê irlandês a governar sem ser líder do partido majoritário no Parlamento.

AE, Agência Estado

22 de janeiro de 2011 | 14h06

O anúncio surpresa fecha uma semana de grave crise política, que levou a coalizão governista à beira da dissolução. Cowen estava sob pressão interna para deixar a liderança do Fianna Fail desde quinta-feira, quando não conseguiu reformar o gabinete após a renúncia de cinco ministros.

A popularidade do Fianna Fail está hoje no seu nível mais baixo em 85 anos de história do partido, em torno de 14%, em meio a críticas à forma como vem conduzindo a crise econômica do país. As informações são da Associated Press e Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.