Premiê japonês diz que mantém política de paz

O primeiro-ministro japonês disse nesta quinta-feira que o Japão manterá a política de não ter armas nucleares, apesar do teste nuclear alegado pela Coréia do Norte. "Nós não temos intenção de mudar nossa política e nossa opção não é possuir armas nucleares para ataque", disse o primeiro-ministro, Shinzo Abe, em uma sessão parlamentar. "Não haverá nenhuma mudança em nossos princípios armamentistas nucleares. A constituição pacifista do Japão barra o uso da força para se estabelecer em disputas internacionais, e o Japão tem mantido uma política de não produzir, possuir ou usar armas nucleares para ataque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.