Premiê japonês pode rever plano para novas usinas nucleares

O primeiro-ministro japonês, Naoto Kan, pode rever os planos que preveem a construção de mais 14 usinas nucleares até 2030, informou nesta quinta-feira a agência de notícias Kyodo.

REUTERS

31 Março 2011 | 08h57

O Japão está tentando evitar uma catástrofe nuclear na usina Fukushima Daiichi no nordeste do Japão operada pela Tokyo Electric Power Co. depois que o terremoto e tsunami de 11 de março danificaram as funções de resfriamento de seus reatores.

(Reportagem de Chisa Fujioka)

Mais conteúdo sobre:
JAPAO NUCLEAR REVISAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.