Premiê kosovar é líder do crime organizado, avalia Otan

O primeiro-ministro de Kosovo, Hashim Thaci, foi identificado como um dos "maiores peixes" do crime organizado em seu país, segundo relatórios da inteligência militar ocidental vazados pelo jornal britânico The Guardian. Os documentos da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) indicam que os Estados Unidos e outras potências ocidentais apoiam o governo de Kosovo, mesmo com amplo conhecimento de suas conexões criminosas durante vários anos.

AE, Agência Estado

25 de janeiro de 2011 | 11h33

A Otan informou em comunicado que iniciou uma "investigação interna" sobre os documentos vazados, que são levantamentos de inteligência produzidos por volta de 2004, pouco após as tensões com os sérvios étnicos causarem distúrbios em Kosovo. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
KosovoOtancrime organizado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.