Premiê participa do enterro de vítima de atentado

O premiê italiano, Mario Monti, consolou ontem o pai de Melissa Bassi, de 16 anos, morta na explosão de uma bomba diante de sua escola perto de Brindisi, no sul da Itália. Monti retornou mais cedo de uma viagem aos EUA para ir ao enterro da garota. A mãe da vítima, ainda em choque com o ocorrido, não participou da cerimônia. Outras quatro meninas estão hospitalizadas com queimaduras graves e outros ferimentos causados pela bomba que explodiu na manhã de sábado, quando alunos chegavam à escola. A autoria do atentado não foi reivindicada por nenhum grupo específico, mas há suspeitas de que o ataque tenha sido realizado pela máfia. As autoridades afirmaram que nenhuma hipótese será descartada na investigação. Promotores especializados em casos de crime organizado e terrorismo estão cuidando do caso. No entanto, nenhuma prisão relacionada ao ataque foi feita até agora. / AP

O Estado de S.Paulo

22 Maio 2012 | 03h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.