Premiê propõe redução do uso de energia nuclear

O premiê japonês, Naoto Kan, disse que o Japão não tem escolha a não ser reduzir sua dependência da energia nuclear. As declarações foram feitas em um momento no qual o Japão luta para encerrar a crise de quatro meses desencadeada após o tsunami de 11 de março afetar os reatores da usina de Fukushima. Kan, que já é bastante impopular, parece estar cada vez mais sensível à crescente preocupação do público com a energia nuclear, mas ainda é incerto se ele supervisionará uma reforma na política energética.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.