Premiê somali renuncia uma semana após ser nomeado

O novo primeiro-ministro da Somália, Mohamed Mohamud Guled, nomeado há uma semana, anunciou sua renúncia hoje por causa de uma disputa de poder entre duas facções do governo do país. O presidente da Somália, Abdullahi Yusuf, nomeou Guled como premiê em 16 de dezembro, depois de ter demitido unilateralmente Nur Hassan Hussein. O Parlamento se recusou a apoiar o presidente, o que deixou incertezas sobre como o primeiro-ministro poderia estar no comando. Guled disse a repórteres que estava renunciando em um esforço para encerrar a disputa entre as facções Hussein e Yusuf.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.