Premiê tailandês descarta renúncia, vê medidas contra protestos

O governo da Tailândia vai realizar uma reunião de emergência na quinta-feira para avaliar "medidas" contra a ação de manifestantes em Bangcoc, que estão infringindo a lei, disse o primeiro-ministro Somchai Wongsawat em rede nacional de TV. Somchai também se recusou a atender ao pedido do Exército para renunciar e convocar eleições. Ele afirmou que o governo foi democraticamente eleito e deve continuar a trabalhar pelo bem do país. (Reportagem de Darren Schuettler)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.