Premiê tailandesa diz que não renuncia antes da eleição

A primeira-ministra da Tailândia, Yingluck Shinawatra, reforçou nesta terça-feira que não renunciará antes das eleições nacionais, previstas para 2 de fevereiro, mesmo com as exigências da oposição para que ela renuncie do cargo de chefe interina do governo.

AE, Agência Estado

10 de dezembro de 2013 | 06h25

A premiê tailandesa falou um dia depois de ter anunciado a dissolução do Parlamento e após ter convocado eleições. Na segunda-feira, o opositor Suthep Thaugsuban, líder dos protestos contra o governo, encerrou uma manifestação que reunia 150 mil pessoas afirmando que o movimento tinha assumido um grande poder político. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
tailândiapremiêrenúnciaeleição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.