Premiê tunisiano nomeia ministros para gabinete interino

O primeiro-ministro da Tunísia, Mohammed Ghannouchi, nomeou na noite de hoje três novos ministros para o gabinete interino, que ocuparão as pastas do Interior, Defesa e Relações Exteriores, em substituição a políticos ligados ao governante deposto Zine El Abidine Ben Ali.

AE, Agência Estado

27 de janeiro de 2011 | 19h04

Os políticos nomeados aparentemente são independentes e não faziam parte da União Democrática Constitucional, o partido de Ben Ali, que está exilado na Arábia Saudita. As nomeações ocorrem em meio a uma contínua pressão popular, com protestos diários em Túnis contra os políticos que apoiavam o antigo regime.

Mais cedo, o ministro de Relações Exteriores da Tunísia, Kamel Morjane, anunciou sua renúncia. "Eu decidi renunciar às minhas funções no Ministério de Relações Exteriores e eu desejo sucesso aos que farão parte do governo durante este período de transição", disse Morjane, em comunicado. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
governoTunísiapremiê

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.