Premiê turco pedirá extradição de pregador

O primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciou ontem que pedirá aos EUA a extradição do pregador e ex-aliado Fethullah Gülen, segundo noticiou ontem a imprensa turca. Gülen, de 72 anos, vive desde 1999 na Pensilvânia, de onde coordena um movimento social e religioso influente na polícia e na magistratura turca. Erdogan o acusa de organizar um complô seu governo.

O Estado de S.Paulo

30 de abril de 2014 | 02h04

Tudo o que sabemos sobre:
Recep ErdoganTurquia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.