Premiê turco planeja visita a Gaza, diz TV

JERUSALÉM

, O Estado de S.Paulo

19 de julho de 2011 | 00h00

O primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, planeja visitar a Faixa de Gaza dentro de duas semanas e já obteve sinal verde do Egito para entrar no território palestino - sitiado por Israel - através do posto de Rafah. A informação foi divulgada ontem pela TV Al-Jazira. Se confirmada, a visita ameaça estremecer ainda mais os laços entre turcos e israelenses.

Aliados históricos, os governos de Ancara e Tel-Aviv viveram uma crise diplomática no ano passado após comandos de Israel matarem nove turcos na flotilha que tentava chegar a Gaza. A troca de farpas, que levou à retirada de embaixadores, foi o último capítulo de uma série de atritos entre os países - da guerra de Israel contra o Hamas, em 2009, até bate-bocas entre o presidente israelense, Shimon Peres, e Erdogan no Fórum Econômico Mundial, na Suíça.

Citando fontes anônimas de Israel, a rede de TV do Catar afirmou que Erdogan planeja se encontrar com integrantes da cúpula do Hamas. O grupo palestino, que controla Gaza, é considerado "terrorista" por Israel, EUA e União Europeia.

Nos últimos meses, aumentaram os sinais de que a crise entre turcos e israelenses estava chegando ao fim. Em dezembro, Ancara enviou ajuda para combater um violento incêndio que atingiu o norte de Israel. Em junho, o primeiro-ministro israelense, Binyamin Netanyahu, enviou uma carta parabenizando Erdogan pela vitória nas urnas.

Os dois países estariam ainda negociando formas de abrandar o teor de um relatório da ONU sobre a tragédia da flotilha de 2010. O documento teria críticas aos dois países. Temores em relação à crescente onda de violência na Síria, vizinho de Israel e Turquia, teria também aproximado nos bastidores os dois países. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.