Premier da China encerrará visita ao Japão jogando beisebol

A visita do primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, ao Japão muda de ritmo na sexta-feira, 13, quando os discursos sobre as rivalidades históricas dão lugar a momentos mais descontraídos. Depois de evocar o sofrimento de guerras do século passado, durante visita ao Parlamento japonês, Wen viaja à pitoresca Kyoto, antiga capital japonesa, onde irá se reunir com estudantes e jogar beisebol. A chancelaria chinesa disse não saber se Wen vai atacar ou defender, mas afirmou que o propósito do evento é claro: cortejar a opinião pública japonesa. "O beisebol é um esporte muito popular entre os japoneses, especialmente os jovens", disse o porta-voz Liu Jianchao a jornalistas na noite de quinta-feira. "Espero que, se ele estiver com o bastão, seja um ´home run"´, acrescentou. O premier chinês também visitará uma universidade de Kyoto onde funciona o Instituto Confúcio - uma das escolas de língua e cultura que Pequim está promovendo para tentar melhorar sua imagem no exterior. Na quinta-feira, em um concerto de música chinesa tradicional, o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, disse que os dois países "precisam fortalecer os laços políticos e econômicos, mas o que realmente nos une são nossa gente, culturas e esportes".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.