Premier iraquiano inicia primeira viagem oficial a países do Golfo

O primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, inicia neste sábado sua primeira viagem oficial desde que assumiu o cargo, em maio, num roteiro que inclui vários países do Golfo Pérsico, aos quais vai explicar sua "iniciativa de reconciliação nacional", anunciada em 28 de junho. Um de seus principais objetivos é convencer os grupos sunitas a participar do processo político.O deputado Hassan Al Sanid, da Aliança Unida Iraquiana, a coalizão de Maliki, afirmou que durante a viagem o primeiro-ministro vai conversar com os dirigentes do Kuwait, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos sobre a segurança da região.Al Sanid disse ainda que o governante iraquiano vai pedir "apoio ao processo político no Iraque e à iniciativa de reconciliação nacional". Outros assuntos na agenda de al-Maliki são, segundo Al Sanid, as relações iraquianas com os países árabes da região, as dívidas do regime de Saddam Hussein e as indenizações que o Iraque deve pagar ao Kuwait pela invasão do país, em 1990.A iniciativa de reconciliação de al-Maliki inclui o fim das milícias e dos grupos armados ilegais, além de reformas políticas, econômicas e de segurança. O Ministério da Justiça anunciou que irá libertar 495 detidos, que estão em prisões governamentais ou controladas pelo Exército americano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.