Premier russo autoriza içamento do Kursk

O primeiro-ministro da Rússia, Mikhail Kasyanov, assinou hoje uma ordem autorizando a continuação da operação de içamento do submarino nuclear Kursk, em meio a especulações da mídia local de que o trabalho seria cancelado.Segundo o serviço de imprensa do governo russo, a ordem de Kasyanov transfere para o Ministério da Defesa a responsabilidade sobre a recuperação do Kursk, que afundou em agosto do ano passado, matando seus 118 tripulantes, depois de uma explosão durante uma manobra no mar de Barrents.O governo russo deverá dividir o custo da operação, estimado em US$ 70 milhões, com a Fundação Kursk, um grupo internacional que levanta fundos para o projeto. Entretanto, até hoje Moscou não contribuiu com sua parte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.