Premier terá terceiro mandato consecutivo na Irlanda

Centro-esquerda é eleita e Partido Verde chega ao poder pela primeira vez

Agencia Estado

19 Junho 2007 | 11h05

O Parlamento da República da Irlanda votou nesta quinta-feira, 14, em favor da formação de um governo de centro-esquerda composto pelo Fianna Fáil (FF), legenda do primeiro-ministro, Bertie Ahern, e pelo Partido Verde, que chega ao poder em Dublin pela primeira vez em sua história.Com 89 votos a favor, o "Taoiseach" (primeiro-ministro) chega a um terceiro mandato consecutivo, o que só fora obtido até agora pelo "pai" do Estado irlandês e fundador do FF, Eamon de Valera.Além dos verdes, que têm seis deputados, Ahern incluiu em seu Executivo os dois "sobreviventes" do partido com o qual governou durante os últimos dez anos, o Democratas Progressistas (PD, neoliberal), apesar de a legenda ter perdido seis das oito cadeiras que tinha na Legislatura anterior.O primeiro-ministro conta ainda com o apoio de pelo menos dois dos cinco deputados independentes eleitos nas eleições gerais realizadas em 24 de maio.A candidatura de Ahern para liderar o Executivo irlandês durante os próximos cinco anos foi apresentada por seu atual ministro da Economia, Brian Cowen.Por sua parte, o principal partido da oposição irlandesa, o conservador Fine Gael, propôs seu líder, Enda Kenny, para o cargo de Taoiseach, proposta que foi apoiada pelo Partido Trabalhista de Pat Rabbitte.Ambas as legendas participaram juntas da campanha, sob o lema da "Aliança pela Mudança", com o objetivo de tirar do poder a coalizão formada por FF e PD.A candidatura de Kenny só obteve 76 votos no Parlamento nacional, que é composto por 166 deputados.O Partido Verde participará do novo Governo com dois ministros e dois secretários de Estado, ao tempo que o PD terá uma pasta, e o FF contará com 12 ministros.Embora Ahern ainda não tinha divulgado detalhes sobre a composição de seu gabinete, espera-se que os ecologistas obtenham cargos nas áreas de meio ambiente e energia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.