Prêmio Nobel da Paz terá 237 candidatos em 2010

Número de participantes é recorde; em 2009, quando Obama venceu, 206 pleitearam o prêmio

Efe,

10 de março de 2010 | 13h24

O Instituto Nobel Norueguês anunciou nesta quarta-feira, 10, que há 237 candidatos para o Prêmio Nobel da Paz de 2010, sendo 38 deles organizações. Este é o maior número de candidaturas na história do prêmio, disputado por 205 pessoas e organizações no ano passado.

 

O prazo de apresentação de candidatos foi encerrado em 1º de fevereiro. O comitê teve recentemente a primeira das reuniões que realizará nos próximos meses para escolher o ganhador ou ganhadores no começo de outubro.

 

O prêmio, o único concedido e entregue fora da Suécia, terá a cerimônia realizada em Oslo no dia 10 de dezembro, aniversário da morte de Alfred Nobel, assim como os outros prêmios que levam o nome do magnata sueco. Todos os vencedores recebem dez milhões de coroas suecas (US$ 1,4 milhão).

 

O testamento de Nobel estabelece que podem indicar candidatos ao prêmio da Paz catedráticos de Direito ou Ciências Políticas, parlamentares ou antigos laureados de todo o mundo. O nome de um candidato só é divulgado apenas se quem o indicou divulgá-lo antes.

 

O presidente dos EUA, Barack Obama, recebeu o prêmio Nobel da Paz de 2009 por seus "esforços extraordinários para reforçar a diplomacia internacional e a cooperação entre os povos".

Tudo o que sabemos sobre:
NobelNobel da Pazprêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.