Presença de Chávez em Cúpula das Américas é incerta

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, ainda não anunciou sua decisão sobre se participará da Cúpula das Américas, que começa neste sábado em Cartagena, na Colômbia. Ontem, Chávez afirmou que iria consultar sua equipe médica antes de tomar uma decisão final sobre sua participação na reunião.

(CLARISSA MANGUEIRA, Agência Estado

14 de abril de 2012 | 12h26

Chávez afirmou que deixaria Havana novamente hoje para iniciar a quarta rodada de radioterapia. Ele declarou que a próxima fase do tratamento será "difícil", acrescentando que pedirá aprovação do Congresso para ficar a semana toda em Cuba. A constituição da Venezuela exige a aprovação do Congresso para que o presidente realize viagens fora do país que durem mais de cinco dias.

"Eu ainda não sei se irei à Cartagena", afirmou Chávez na sexta-feira. "Na verdade não serei eu quem decidirá, mas os médicos, minha equipe médica (tomará a decisão). Nós avaliaremos nas próximas horas."

Chávez falou durante comício na sacada do palácio presidencial de Miraflores, em Caracas, e pediu, brincando, a partidários que levantassem as mãos se achavam que ele deveria participar da cúpula, da qual participará o presidente dos EUA, Barack Obama.

O discurso foi feito no 10º aniversário do restabelecimento de seu governo após uma tentativa fracassada de militares para tirá-lo do cargo em 2002. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Hugo ChávezCúpula das Américas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.