Presença de Oviedo em Itaipu irrita o Paraguai

O governo do novo presidente Nicanor Duarte enviará um protesto a Brasília contra a presença do ex-golpista Lino César Oviedo, semana passada, na inauguração de uma nova turbina da hidrelétrica binacional Itaipu. Duarte e Luiz Inácio Lula da Silva participavam, no último sábado, da cerimônia quando Oviedo apareceu, de surpresa.A chanceler paraguaia, Leila Rachid, disse que estão sendo recolhidas informações para se identificar quem convidou à cerimônia o ex-comandante do Exército, que foi expulso da corporação em abril de 1998 e condenado a dez anos de prisão por sua fracassada tentativa de golpe em 1996.O embaixador brasileiro em Assunção, Luiz de Castro Neves, explicou que "Oviedo utilizou o convite de outra pessoa, que ainda não identificamos". Oviedo mora atualmente no Brasil na qualidade de refugiado político, fato que vem impedindo sua extradição ao Paraguai.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.