Presidência iraquiana aprova eleições provinciais

A presidência iraquiana aprovou hoje um projeto de lei que facilitará a realização de eleições provinciais no país no fim de janeiro de 2009, informou um porta-voz. Nasser al-Ani, o porta-voz da presidência do Iraque, disse que o projeto foi aprovado por unanimidade pelos três integrantes da comissão presidencial do país e será sancionado na tarde de hoje. Al-Ani acrescentou que a comissão, liderada pelo presidente do Iraque, Jalal Talabani, decidiu hoje aprovar o projeto de lei, mas ainda não foi sancionado por causa das festividades islâmicas que seguem o fim do Ramadã.A lei, aprovada pelo Parlamento no último dia 24, encerra meses de impasse e dá novo fôlego a um plano de reconciliação nacional incentivado pelos Estados Unidos. A votação do projeto de lei foi prejudicada pela disputa entre árabes e curdos com relação à partilha de poder sobre Kirkuk, uma cidade rica em petróleo do norte do Iraque. Os curdos exigiam que Kirkuk fosse incorporada a sua região semi-autônoma no norte do país. Um acordo no Parlamento só foi possível depois que deputados xiitas, sunitas, curdos e turcomanos aceitaram uma sugestão da Organização das Nações Unidas (ONU) para a formação de uma comissão parlamentar para analisar separadamente as disputas sobre Kirkuk para que o pleito nas demais regiões possa ir adiante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.