Presidente afegão elogia nova estratégia de Obama para o país

Para Karzai, plano aumenta chances de sucesso no confronto com militantes da Al-Qaeda e do Taleban.

27 de março de 2009 | 15h10

O presidente afegão, Hamid Karzai, elogiou a nova estratégia americana para o conflito no país, anunciada nesta sexta-feira, 27 anunciada pelo presidente Barack Obama. Para Karzai, o plano aumenta as chances de sucesso no confronto com militantes da Al-Qaeda e do Taleban.

Veja também:

linkAtentado mata 48 pessoas na fronteira afegã-paquistanesa

linkRússia pede protagonismo de países vizinhos em estabilização

linkOtan quer estreitar cooperação com Irã sobre Afeganistão

link Confronto com Exército afegão mata 11 rebeldes no país

link Chefe do Exército britânico também quer mais tropas

link Especial: 30 anos de violência e caos no Afeganistão especial

De acordo com o líder afegão, a chegada de 4 mil militares para treinar as forças de segurança do país vai beneficiar o país e toda a região.  "A estratégia colocará o Afeganistão e a comunidade internacional mais perto do sucesso", disse Karzai em um comunicado.

Tropas lideradas pelos EUA invadiram o Afeganistão em 2001, após os atentados de 11 de setembro. Eles derrubaram o regime Taleban e desmantelaram bases da Al-Qaeda nas montanhas de Tora Bora.

Remanescentes dos grupos reagruparam a resistência nas áreas fronteiriças entre o Afeganistão e o Paquistão. O ano passado foi o mais sangrento no país desde o começo da invasão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.