Presidente chinês diz que acordo sobre clima precisa considerar diferenças econômicas

O presidente da China, Xi Jinping, disse que é crucial que as conversas em Paris sobre o clima levem em consideração as diferenças entre países e permitam que países diferentes possam desenvolver suas próprias soluções para o problema do aquecimento global.

REUTERS

30 de novembro de 2015 | 11h07

A China, maior emissora de gases do efeito estufa no mundo, sempre insistiu que nações desenvolvidas deveriam ter maior responsabilidade pelo aquecimento do planeta, e as economias emergentes precisavam de liberdade para desenvolvimento.

"É importante respeitar as diferenças entre países, especialmente entre os países em desenvolvimento", disse Xi durante cúpula da ONU em Paris sobre o clima, nesta segunda-feira.

(Reportagem de Barbara Lewis)

Tudo o que sabemos sobre:
CHINAXIACORDOCLIMADIFERENCAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.