Presidente chinês diz que governará para o povo

O novo presidente da China, Hu Jintao, eleito na semana passada, disse nesta terça-feira, na Assembléia Nacional Popular (ANP), em Pequim, que ouvirá sempre a voz de seu povo. "Prometo governar pelo povo e para o povo, com o respaldo da lei. Minha fidelidade aos princípios que regem o socialismo está garantida", afirmou Hu em seu primeiro discurso como chefe de Estado pelo Parlamento chinês. Hu falou diante dos quase 3.000 deputados da ANP e destacou ainda seu compromisso com uma política externa independente e pacífica. ?Dedicarei todos os meus esforços à construção de uma ordem internacional mais justa". Hu Jintao, de 60 anos, substitui no cargo de presidente a Jiang Zemin, que dirigiu o país por 10 anos. "Servirei a todas e a cada uma das nacionalidades que integram nosso país, sem distinção. Prometo não decepcionar o Parlamento e o meu povo", ressaltou. Segundo Hu, o governo precisa ser transparente e honesto, com o objetivo de alcançar a harmonia entre os interesses do Estado e da população. Além disso, acrescentou que o novo governo se manterá fiel ao princípio de ?um país, dois sistemas?, promovendo intercâmbio com Taiwan. Ele lembrou a necessidade da reunificação de Taiwan. O novo presidente do Parlamento, Wu Bangguo, assegurou que "a ANP trabalhará pela consolidação da democracia, pela união, a estabilidade e a harmonia social."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.