Presidente colombiano dá mais poder a militares

O presidente Andrés Pastrana aumentou os poderes dos militares numa vasta região do sul da Colômbia enquanto os rebeldes intensificam a campanha para mergulhar a Colômbia no escuro, por meio de atos de sabotagem nas usinas.O decreto desta quinta-feira, considerado quase uma declaração de lei marcial, começou a vigorar imediatamente em 19 cidades, em seis Estados. Dá ao Exército autoridade para registrar civis, impor toques de recolher, estabelecer bloqueios nas estradas e estabelecer o horário de funcionamento do comércio.Caso os prefeitos se oponham aos novos poderes do Exército, podem fazer um apelo ao presidente, que teria a palavra final. O novo "Teatro de Operações" recentemente declarado circunda o antigo bastião da guerrilha e se estende até a 75 quilômetros ao sul de Bogotá, a capital.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.