Presidente colombiano destaca boa relação com Chávez

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, afirmou hoje que ele e o presidente venezuelano, Hugo Chávez, estão se comportando "como chefes de Estado responsáveis". Segundo Santos, nos 10 meses que ele está à frente do governo "tudo tem sido lucro" para os dois países.

AE, Agência Estado

20 de junho de 2011 | 14h01

Em uma entrevista à Rádio Caracol e à Caracol Televisión, Santos disse que espera pela pronta recuperação de Chávez, que está em Cuba, onde passou recentemente por uma cirurgia para tratamento de um abscesso pélvico. "Com o presidente Chávez, vamos gerando confiança" nas relações bilaterais, notou.

O presidente também disse que o ex-presidente colombiano Álvaro Uribe "tem todo o direito de se defender, porque o tem querido responsabilizar pelo humano e pelo divino". Também insistiu que tem por Uribe apenas respeito e gratidão.

O ex-presidente Uribe (2002-2010) esteve na quinta-feira na Comissão de Acusação da Câmara dos Deputados, em uma apuração em torno de sua suposta participação em um escândalo de espionagem a magistrados da Corte Suprema, jornalistas, ativistas e oposicionistas.

Santos também foi questionado sobre a informação encontrada nos computadores de dois líderes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) mortos, Raúl Reyes e Víctor Julio Suárez, conhecido como "Jorge Briceño" ou "Mono Jojoy". O líder disse que o material ajudou as Forças Armadas a golpear as Farc.

"Se as Farc sabem que temos essa informação, vão mudar de estratégia", avaliou. Reyes foi morto em março de 2008, no território equatoriano, e o "Mono Jojoy" morreu em setembro de 2010, nas selvas do sul da Colômbia. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.