Presidente colombiano visitará Raúl e Chávez em Havana

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, viajará a Cuba na quarta-feira para discutir a próxima Cúpula das Américas com o presidente cubano Raúl Castro e também discutirá a questão com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, que está em Havana recebendo tratamento médico contra a volta do câncer.

AE, Agência Estado

05 de março de 2012 | 17h54

A Colômbia sediará o evento dos 34 países das Américas em meados de abril na cidade costeira de Cartagena, no Mar do Caribe, e o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, deverá participar do evento. Cuba, um país comunista, pediu à Colômbia para participar da cúpula apesar de não ter sido convidada, porque, como os EUA disseram, o evento "é apenas para países democráticos".

Em comunicado divulgado nesta segunda-feira, Santos disse que quer encontrar Raúl Castro "e ter a chance de falar pessoalmente com o presidente cubano, como bons amigos fazem, com o governo de Cuba, a respeito da questão de Cuba na reunião".

Se a Colômbia, aliada próxima dos EUA, vier a estender o convite a Cuba, isso poderia ser fortemente rechaçado pelo governo americano. Quando o presidente do Equador, Rafael Correa, sugeriu no começo de fevereiro que os países latino-americanos boicotem a cúpula se Cuba não for convidada, os EUA foram rápidos em contestar a presença cubana.

"Os países das Américas, pelo consenso obtido na Cúpula de Québec de 2001, deixaram claro que as Cúpulas são abertas apenas a países democráticos", disse a Embaixada dos EUA em Bogotá. "Os EUA apoiam o compromisso compartilhado de que um dia uma Cuba democrática tomará seu lugar de direito em uma Cúpula das Américas. Tristemente, esse dia ainda não chegou", dizia o comunicado.

As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.