Presidente da Alemanha inicia viagem pela América Latina

O presidente da Alemanha, Horst Köhler, iniciou neste domingo, 4, uma viagem de 12 dias pela América do Sul, que inclui escalas no Brasil, Paraguai e Colômbia.Apesar de ser sua primeira viagem oficial à América Latina como presidente alemão, Köhler conhece muito bem a região e muitos de seus líderes da época em que era chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI).Fontes da Presidência alemã explicaram que Köhler quer discutir a problemática dos desequilíbrios sociais e a irregular distribuição da riqueza na América do Sul - região onde, apesar da abundância de matérias-primas, existe um alto índice de pobreza entre a população.O presidente da Alemanha viaja junto a uma ampla delegação de representantes dos setores econômico e industrial, um grupo de juízes do Tribunal Constitucional alemão e o bispo auxiliar de Essen, Franz Grave, membro da comissão para as questões sociais da Conferência Episcopal Alemã.AgendaKöhler é o primeiro presidente alemão a visitar o Paraguai, onde vivem cerca de 10.000 alemães e 120.000 cidadãos de origem alemã. Lá, suas conversas terão como enfoque o desenvolvimento do estado de direito.O Brasil é a segunda escala de sua viagem, onde abordará questões referentes à proteção do meio ambiente e à degradação da floresta amazônica.Köhler, que inaugurará a nova embaixada alemã em Brasília, estará no Brasil na mesma época que o presidente americano, George W. Bush, mas não está previsto um encontro entre ambos.Na Colômbia, o presidente alemão será informado sobre os esforços do atual governo para acabar com a violência após décadas de guerra civil.A problemática das plantações ilegais de coca e o tráfico decocaína serão também assuntos de visita de Köhler, primeiropresidente alemão a visitar a Colômbia desde Gustav Heinemann, em 1971.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.