Presidente da ANP deve visitar a Síria e o Líbano

O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, viajará na próxima semana à Síria e ao Líbano para conversar com os chefes de governo dos dois países, informa nesta quinta-feira o jornal palestino "al-Quds", editado em Jerusalém Oriental.Funcionários do escritório de Abbas na "Muqata" de Ramalah desmentiram na manhã desta quinta-feira que o presidente, líder do Fatah, vá se encontrar com seu adversário Khaled Mashaal, secretário-geral do Movimento Islâmico Hamas, que vive em Damasco.As diferenças políticas entre Fatah e Hamas impedem a criação de um governo de união nacional para superar a grave crise financeira e econômica nos territórios palestinos, causada pelo boicote internacional ao primeiro-ministro Ismail Haniyeh.O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP) vai viajar depois de uma reunião em Ramalah com a secretária de Estado americana, Condoleezza Rice. Ela deve chegar à região no fim de semana para discutir as possibilidades de retomar o processo de paz com Israel.Uma das divergências entre os nacionalistas do Fatah e os islamitas é a negativa de Mashaal a reconhecer o Estado de Israel e reabrir negociações de paz.Mashaal declarou na quarta-feira à imprensa em Damasco que o Estado israelense "existe, é um fato consumado". Ele deu a entender que o Hamas reconheceria a sua existência, se fosse criado um Estado palestino na Cisjordânia e Gaza.No entanto, o porta-voz do Gabinete de Haniyeh, Ghazi Hamad, desmentiu nesta quinta-feira em Gaza qualquer declaração sobre o reconhecimento da legitimidade do Estado israelense. "Não houve nenhuma mudança na posição. O Hamas não reconhece Israel", disse Hamad.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.