Presidente da BBC renuncia

O presidente da rede britânica de comunicações BBC, Gavyn Davies, renunciou em resposta às críticas feitas ao trabalho da emissora por Lorde Hutton, juiz que investigou o suicídio de David Kelly, um especialista em armas do governo britânico. Acredita-se que Kelly tenha sido levado ao suicídio depois de ter sido identificado como a fonte da informação, divulgada pela BBC, de que o governo do Reino Unido havia ?esquentado? informações sobre o Iraque, a fim de justificar uma invasão.O relatório de Hutton define o material divulgado pela BBC como ?sem fundamento?, e ataca o comando da emissora por não haver investigado o caso mais a fundo antes de levá-lo a público. O principal executivo da rede, Greg Dyke, admitiu que certas ?alegações fundamentais? da reportagem estavam erradas, e a BBC se desculpou.A diretoria da BBC informa ter aceitado, ?com grande relutância e arrependimento?, a demissão de Davies.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.