Presidente da Bolívia renunciou, diz embaixador

O presidente da Bolívia, Gonzalo Sánchez de Lozada, renunciou ao mandato na tentativa de conter a onda de protestos que toma conta do país há cerca de três semanas. À meia-noite de hoje tomará posse o vice-presidente Carlos Mesa Gisbert, informa a Agência Brasil. O embaixador do Brasil na Bolívia, Antonino Mena Gonçalves, disse que a expectativa agora é que os manifestantes se acalmem e que a decisão de Gonzalo Sánchez colabore para o encaminhamento rumo a uma solução pacífica.Fontes citadas pelas agências internacionais disseram que Lozada enviou uma carta ao congresso comunicando a renúncia. Relatos de pessoas próximas a Lozada dizem que ele deixou a capital e foi para Santa Cruz de la Sierra, de onde seguirá para Lima, no Peru. Líder da oposição boliviana diz que aceitará posse do vice Manifestantes ameaçam invadir Congresso boliviano EUA mandam equipe de militares à Bolívia ONU suspende distribuição de alimentos na Bolívia Presidente da Bolívia diz que não renuncia Varig mantém vôos para La Paz suspensos até segunda Professor relata experiência na Bolívia Avião com brasileiros pousa em Campo Grande Assessor de Lula tem agenda apertada na Bolívia O futuro sombrio da Bolívia Brasil e Argentina enviam missão à Bolívia nesta sexta-feira Dezenas de milhares mantêm protestos na Bolívia ONU denuncia "excessos no uso da força" na Bolívia Lozada aceita referendo sobre questão do gás EUA resgatam estrangeiros de La Paz Conflito na Bolívia deixa mais dois mortos

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.