Presidente da Câmara dos Comuns britânica renuncia

O presidente da Câmara dos Comuns britânica, Michael Martin, renunciou hoje. A queda de Martin, a primeira vez em três séculos em que o titular desse posto é forçado a renunciar, ocorre após a divulgação de gastos excessivos por parte dos parlamentares. Martin não estava envolvido nas recentes revelações sobre gastos parlamentares, porém foi acusado de criar um ambiente em que esses excessos eram permitidos. Martin anunciou hoje que deixará o posto em 21 de junho.

AE-AP, Agencia Estado

19 de maio de 2009 | 11h22

Martin resistiu a reformas com o objetivo de tornar os gastos dos deputados mais transparentes e lutou para impedir a publicação das acusações na imprensa. Entre os gastos pagos com dinheiro público havia despesas para compras de móveis para residências dos políticos ou para pagar juros de hipotecas. Uma deputada pediu reembolso do valor gasto por ela para comprar comida para seu cachorro, por exemplo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.