Presidente da China apoia criação de Estado palestino

'Negociação pacífica' é o único modo de encerrar o conflito do Oriente Médio, afirma líder chinês

Efe,

01 Maio 2010 | 07h34

O presidente da China, Hu Jintao, se reuniu neste sábado com seu colega da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, em Xangai, a quem reiterou seu apoio à criação de um Estado palestino.

 

Segundo a agência oficial Xinhua, Hu garantiu a Abbas, que visitou a Exposição Universal de Xangai, que a "China continuará apoiando com firmeza os esforços do povo palestino para recuperar seus direitos e interesses legítimos e para estabelecer um Estado independente".

 

O presidente da China também assegurou que Pequim disponibilizará ajudas econômicas aos palestinos e afirmou que "a negociação pacífica" é o único modo de encerrar o conflito do Oriente Médio.

 

Por sua parte, Abbas agradeceu as palavras de Hu e elogiou o papel "positivo e construtivo" de Pequim na região. O regime comunista chinês praticamente outorga à ANP o status de Estado independente e não manteve laços diplomáticos cm Israel até 1992.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.