Presidente da Colômbia reverencia dedicação de Chávez

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, elogiou o papel do líder venezuelano Hugo Chávez nas negociações de paz com as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), acrescentando que um acordo de paz seria a "melhor homenagem à memória" de Chávez.

AE, Agência Estado

06 de março de 2013 | 00h07

Santos disse em um comunicado que o progresso que sua administração tem feito em negociações de paz com as Farc "é também devido à dedicação e ao compromisso sem limites do presidente Chávez e do governo da Venezuela".

O governo da Venezuela está agindo como mediador nas negociações de paz entre as Farc e o governo colombiano, que têm ocorrido em Havana. No passado, o governo colombiano acusou a Venezuela de permitir que as Farc montassem acampamentos na Venezuela para escapar do exército colombiano, acusações que prejudicaram as relações diplomáticas entre as duas nações.

Mas desde que Santos assumiu o cargo em 2010, a Colômbia tentou melhorar as relações com a administração venezuelana e já agradeceu publicamente à Venezuela por seu papel nas negociações de paz.

"Todo mundo sabe que nós tivemos diferenças sobre a nossa visão sobre a economia, diferenças sobre a execução do governo, diferenças sobre como entendemos o progresso social", disse Santos em um comunicado.

"A obsessão que nos uniu e que foi o pilar da nossa relação foi a paz na Colômbia e na região", disse Santos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
VenezuelaHugo ChávezColômbia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.